,

,

cinepoema longo

clicar youtube para écran inteiro

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

ESTOU VIVO


 -
Estou vivo e aqui vivo a minha vida.
.
É como se nada houvesse, como se tudo
não fosse mais que uma imagem neutra,
um vazio vazio de tempo, intemporal
no espaço transitório que me cerca e flui.
.
Passa por aqui como eu passo por ela,
anónimo de ofícios de ligeireza íntima,
como insecto matinal que desfralda as asas
e voa pelos sentidos, pelo hálito do vento
e sobre o chão desliza, mágico, urgente.
.
 em "TRANSPARÊNCIAS", ed. AJEA