,

,

cinepoema longo

clicar youtube para écran inteiro

sexta-feira, 25 de julho de 2008

ASA

.

.....Poema ainda

.
........Ave e seta como a luz
........rasgando a bruma

.
.

........Lume sob a cinza

..
.
........Liberta asa
........que o arco ainda tenso

.
........abrasa

.
..............em "A Palavra em Duas", 1982, esgotado

domingo, 20 de julho de 2008

poemeto

.

POEMA A ESTE TEMPO NOSSO

.

.

este é o tempo que é o nosso

estas casas a cidade

os verdes campos ressequidos

.

nosso é este lugar de cinzas

estas árvores doloridas

e do fogo milenar ....já frio

dos nossos dias