,

,

cinepoema longo

clicar youtube para écran inteiro

sábado, 30 de janeiro de 2010

ALGARVE ONTEM

.

.

Contemplemos esta imagem, esta barca doutros séculos,

essas personagens concretas que viveram outras vidas,

outras balbúrdias de céus e mar, sob o tecto exíguo

dum amanhecer limpo de comparanças a outros tempos

.

navegando a sóis e luas, ventos de sueste a norte

e marés de angústia ou fé na crença dos presságios

que liam nas cores inscritas em sinais do céu nocturno

ou búzios que luziam promessas de corvinas e robalos.

.

Contemplar esta imagem é navegar estas águas, a crença

que presidia aos destinos, para sempre desprendidos

duma onda que veio de longe aqui morrer, junto à praia

onde se extingue a luz que desce devagar sobre os olhos.

.


em ALGARVE ONTEM, a publicar
O livro terá um Prefácio de Vilhena Mesquita, Professor da UAlg
e Notas Etnográficas de Brazão Gonçalves (o autor do Dicionário do Falar Algarvio)