,

,

cinepoema longo

clicar youtube para écran inteiro

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

HOMENAGEM A GARCIA LORCA

.

Utopia Inextinguível

.

Sei do teu deslumbre quando olhavas a montanha,

a leveza da luz tranquila restituída à madrugada

dos teus dias, no conturbado curso das memórias

.

a crina dum cavalo respirando uma chã bandeira

de harmonias, o fraterno testemunho da utopia

inextinguível, alimento incansável dos inquietos.

.

Por isso murmuro a límpida incessante insubmissão

pelas palavras, mesmo se trespassadas pelas balas,

pelo frio, nessa tarde terrível dum pátio de Granada.

.

E por isso relembro ainda a teu rumor a olhar o ermo

das horas breves, um hino em seu projecto de alegria,

a voz dorida, amarfanhada, sobre a terra do teu povo.

.

em "Cem anos de Garcia Lorca", ed. Universitária, Lisboa