,

,

quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

OS TEUS OLHOS

.

.

Os teus olhos perpetuavam a lembrança dos grandes rios

perpassando na bruma antiquíssima da montanha

e tinham o silêncio trémulo transparente das estrelas

que se extinguem ao clarim da aurora

.

Os teus olhos tinham a serenidade dos grandes dias

iluminando a cinza prateada das escarpas

na cor serena tranquila das memórias

que renascem ao clarim da aurora

.

Os teus olhos tinham o sussurro rumorejante das ervas

onde crescem os ventos ágeis da planície

a luz milenar da manhã primeira

que me acordou ao clarim da aurora.

.

96 comentários:

  1. Diz-se que "os olhos são a janela da alma", mas as suas janelas são
    tão abertas, tão amplas, que vão muito além da alma,ultrapassam as
    planícies, os horizontes humanos e
    chegam quiçá às estrelas!

    ResponderEliminar
  2. Que lindo poema... que terna inspiração!
    um abraço

    ResponderEliminar
  3. Belíssimo! As tuas palavras ficam na minha retina, nessa aurora maravilhosa. Muitos beijos.

    ResponderEliminar
  4. Um abraço.

    Pedro Baptista.

    ResponderEliminar
  5. Obrigada, pela visita, pelo apoio, mas hoje as novidades estão no meu outro blog, http://isawindsideas.blogspot.com .
    Espero que gostes da mesma forma!
    Seus poemas são maravilhosos!
    Abraços, Isabela.

    ResponderEliminar
  6. Belos serão os olhos que inspiraram,estas belas palavras,que olho com prazer

    ResponderEliminar
  7. Olhos que inspiraram um belo poema!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Ainda bem q.conseguiu ver a cerveja.Ñ perdeu nada,na minha opinião,qto ao sabor.A nossa Sagres
    é bem melhor.No entanto,naquela altura,com o calor imenso,era deliciosa!!
    Versos maravilhosos!Como gostei.
    Beijoo.
    isa.

    ResponderEliminar
  9. Terno, suave, leve. É aurora. Palavras buriladas. É arte.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  10. " e tinham o silêncio trémulo transparente das estrelas"
    Adorei tudo especialmente , a frase acima.

    Um optimo fim de semana

    Abraço

    Mario Rodrigues

    ResponderEliminar
  11. Lindos olhos esses, magnificamente colocados em poema!

    Abraço

    ResponderEliminar
  12. Clarim de aurora
    Resplandecência
    De alva manhã
    Que...
    Acordando os silêncios
    da noite
    Descansa o sol
    No meu pacato olhar!

    Adorei o poema tão terno e intenso.

    beijo

    ResponderEliminar
  13. Pode por vezes o mundo caber num brilho de olhos!

    Abraço, daqui para aí e obrigado pela visita ao meu lugar

    teetee

    ResponderEliminar
  14. Belo poema, escrito por um mestre, nota 10!.

    Abraços e boa semana.

    ResponderEliminar
  15. Olhos, luz, estrelas, a combinação perfeita!!!
    Beijos
    Isabel

    ResponderEliminar
  16. Vieira,

    Obrigada pela visita! Um dia irei a Portugal e beberemos um bom vinho. Espero que tenhas gostado dos meus poemas.


    Beijos,
    Cecile.

    ResponderEliminar
  17. Os olhos... espelho da alma.

    Adorei seu blog, vou acompanhá-lo.

    Obrigada pela visita no pequeno cantinho.

    Bjs.

    ResponderEliminar
  18. lindos olhos a dizerem todas estas palavras que nos encantam, a nós que te lemos...
    beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Os nossos olhos são dos orgãos mais importantes que temos. Quanto são importantes para a nossa vida, apesar de quem não tem visã poder desenvolver outros orgãos dos sentidos de forma a poder ter uma vida perfeitamente normal e feliz.
    Além disso serviram para mote deste belo poema.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  20. Extinguem... mas renascem e acordam.
    Excelente poema caro amigo, gostei imenso.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  21. imagens muito belas

    gostei muito

    abraços

    ResponderEliminar
  22. È de ficar de olhos postos neste poema... E que poema.

    Um resto de uma boa semana caro amigo...

    O abraço...

    ResponderEliminar
  23. "Os teus olhos tinham a serenidade dos grandes dias "

    há uma estranha paz, algo dissimulado vagueia nela.

    ResponderEliminar
  24. Ai, os olhos... tão bem ditos, aqui!

    Beijos meus

    ResponderEliminar
  25. Começa a ser um caso sério comentar... levo daqui o aroma da Poesia!
    Abraço

    ResponderEliminar
  26. Quanta inspiração!!!

    Adorei!!!!

    Beijinhos,
    Ana Martins

    ResponderEliminar
  27. Belo o olhar que outro olhar tocou, fazendo nascer tão suave poesia...

    Beijinhos * *

    ResponderEliminar
  28. Olhos serenos "acordados" por olhos onde mora a saudade...

    Abraço amigo.

    ResponderEliminar
  29. Uma belíssima construção poética, em elipse de universo completo!

    ResponderEliminar
  30. Lindo seus poemas, mas o que me chamou atenção foi seu sobrenome,também sou Calado e com parentes em Portugal, será que temos algum grau de parentesco?


    Ótimo final de semana.

    Bjss

    ResponderEliminar
  31. Querido amigo Vieira,os teus Olhos,
    belo poema,terno e suave!!!
    Gostei...
    Obrigado pela visita ao meu cantinho,
    Bom fim de semana,

    Abraço

    Lourenço

    ResponderEliminar
  32. Amigo... mais um excelente poema que aqui encontro e que me deu um prazer ler.

    Com amizade
    Luis

    ResponderEliminar
  33. QUERIDO AMIGO VIEIRA CALADO, UMA COMBINAÇÃO PERFEITA NUM POEMA EXTRAORDINÁRIO E QUE MEXEU COM O MEU CORAÇÃO... BOM FIM DE SEMANA... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
    FERMNANDINHA

    ResponderEliminar
  34. Lindo poema, ao clarim da aurora.
    Bom fim de semana, amigo.
    Eduardo

    ResponderEliminar
  35. Vieira Calado

    Há que ver luz no olhar para que o mesmo se perpetue e os ventos ágeis da planície não lhe roubem o brilho.

    Gostei.


    Abraço

    ResponderEliminar
  36. V.Calado,

    fantástico! adorei este poema.

    e os restantes que ainda não havia lido.
    é um gosto lê-lo!

    um abraço e o meu sorriso :)
    (ainda engripado!)
    mariam

    ResponderEliminar
  37. Os olhos são muito importantes na avaliação das pessoas, das emoções. Estes, certamente seriam especiais, para merecerem este belo poema.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  38. Feliz de que tem olhos tão lindos.
    Feliz de quem enxerga tão lindamente além.

    PAZ e LUZ

    ResponderEliminar
  39. Olhos vistos através doutros olhos com ternura e carinho sentidos.

    Boa semana.

    ResponderEliminar
  40. Passei te desejando um lindo fim de semana e deixar-te um recadinho...
    "Não á uma altura ideal para partir...Parte,simplesente e continua a viver e a amar.Não tens tempo para sempre..."
    Beijinho prteado

    SOL

    ResponderEliminar
  41. peguei carona num blog amigo. encontro um novo porto: bom e bonito. valeu a viagem!

    deixo um abraço fraterno e a certeza de retornar.

    ResponderEliminar
  42. Também ando um pouco ausente...
    Mas como é bom "beber" e saborear a tua poesia!!

    Beijo saudoso

    ResponderEliminar
  43. Façam tardes as manhãs
    Façam artes os artistas
    Faça parte da maçã
    A condenação prevista
    Façam chuvas os Xamãs
    Façam danças as coristas
    Façam votos que esta corda
    Não sabote o equilibrista

    Façam Beatles "For No One"
    Faça o povo a justiça
    Faça amor o tempo todo
    Que amor não desperdiça
    Faça votos pra alegria
    Faça com que todo dia
    Seja um dia de domingo

    Façam tardes as manhãs
    Façam artes os artistas
    Faça parte da maçã
    A condenação prevista

    Façam Beatles "For No One"
    Faça o povo a justiça
    Faça amor o tempo todo
    Que amor não desperdiça
    Faça votos pra alegria
    Faça com que todo dia
    Seja um dia de domingo

    (Osvaldo Montenegro)

    Votos de um lindo final de semana
    Um abraço

    ResponderEliminar
  44. a sua poesia eleva-se "onde crescem os ventos ágeis da planície"


    Adorei! Gisela

    ResponderEliminar
  45. Caro amigo...belo poema...Espectacular...
    Um abraço

    ResponderEliminar
  46. Meu caro amigo
    voltei e com uma saudade enorme de ti e de todos...

    Venho ler-te e trazer-te meu carinho e o perfume das rosas...

    Muitos beijos e um fim de semana óptimo sempre
    Iana!!!

    ResponderEliminar
  47. Ai, Primo; que inveja de não estar no lugar de quem teve o privilégio de esse poema em primeira mão, ouvir!...
    Mas que beleza, que amor, que doçura... Valente Poeta! Beijinho da laura.

    ResponderEliminar
  48. ...Pegando nas palavras que me deixou "Muito suave e gentil, este poema!

    Gostei.
    ..Acrescento só....Muito
    *****

    ResponderEliminar
  49. "...que se extinguem /que renascem/ que me acordou

    ao clarim da aurora."

    o clarim da aurora como um anel, um ciclo em torno de um olhar que se não esquece (nem sequer se deseja esquecer).

    muito belo. grata pela partilha

    Fraterno abraço
    Mel
    www.noitedemel.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
  50. TENHO ESTADO AUSENTE...
    Os problemas com a m/sobrinha têm sido a causa do meu afastamento.
    Ela tem estado muito mal, no início da semana teve uma paragem cardíaca e teve que ser operada, com apenas 26 anos!!!
    Agora está um autêntico vegetal, ligada a tudo que é máquina...

    Mas, hoje decidi visitar alguns dos blogues amigos e cá estou.

    Aquando da minha viagem à Índia (estava lá há 2 meses atrás) houve tempo para aventuras, turismo e Solidariedade, como pode constactar no meu ultimo post.

    Bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  51. Ah! Os olhos... sempre os olhos...
    :)))

    ResponderEliminar
  52. O AMOR
    Amo o amor que se reparte
    em beijos, leito e pão.
    Amor que pode ser eterno
    mas pode ser fugaz.
    Amor que se quer liberar
    para seguir amando.
    Amor divinizado que vem vindo
    Amor divinizado que se vai.

    Pablo Neruda

    Passei para desejar-lhe um domingo e uma semana cheio de amor e felicidade.
    Abraços

    ResponderEliminar
  53. Bem, e pelas quatro da matina o Primo não sabia que ainda eram horas de estar no quentinho do ninho a escrevinhar poemas (de cabeça!) Eu levanto-me cedo como os pardais. Não fico na cama, isso gera preguiça e depois o dia passa-se entre afazeres feitos em correria... Adormeço pela meia noite, 23,30, ou se der um bom filme (ah, é preciso que goste mesmo para o ver até ao fim!)mas a essa hora estou nos braços de Morfeu há muito. Sei que há quem não consegue dormir bem, mas a verdade é só uma; A hora dos Poetas é pela calada da noite, quando tudo dorme e se aquieta e a nossa alma se inquieta!...
    Grande abraço a ti.
    Ah, dorme uma sextinha depois do almoço, sabe tão bem aquele sornar entre o dormir e o acordar, ah, coisas de nina vivida, ehhhhh...

    ResponderEliminar
  54. Bom Domingo!
    Sabes,Amigo,disse à Ana(Caminhos da Vida)o q. sinto mesmo.Gosto de
    visitar os meus Amigos.Preciso disso.
    Deixo-te um mimo.Sim...
    meu Abraço e meu
    Beijo.
    isa.

    ResponderEliminar
  55. Oi primo, passando para lhe desejar uma ótima tarde de domingo.

    Parabéns pelos poemas, são lindos.

    Bjsss

    ResponderEliminar
  56. Os olhos sempre foram um ponto de encantamento.

    ResponderEliminar
  57. belíssimo texto !
    cordialmente

    ____________ JRmarto

    ResponderEliminar
  58. Queridos Amigos,

    Partilhando um pedaço do nosso Domingo convosco, actualizámos os nossos Blogues principais.
    Com o Caminho do Coração http://reflexoessentidas.blogspot.com/ reflectimos, com a ajuda de Fernando Pessoa, sobre a CONSCIÊNCIA.
    No Observatório http://diarioestetico.blogspot.com/ vimos como um aparentemente “vulgar” nevoeiro pode dar origem a um OLHAR renovado…
    No POESIA VIVA http://flordojacaranda.blogspot.com/ oramos pelo Planeta e finalmente, no nosso blogue em Inglês http://newsletterfromlisbon.blogspot.com/ admiramos Lisboa, essa “Musa” que nunca deixa de nos inspirar…

    Um abraço nosso e desejos de uma BOA SEMANA!

    Isabel e José António

    Lisboa 18 Janeiro 2009

    ResponderEliminar
  59. Post inspirador, lindo na descrição delicada que cria um ambienta e recria memórias e sensações.

    Parabéns

    Isabel e José António

    ResponderEliminar
  60. Os teus olhos perpetuavam...tinham o silêncio...tinham a serenidade...tinham o sussurro .
    Tinham..tinham....
    O que aconteceu a esses olhos que tinham tanto?

    Poesia triste :-(
    Um forte abraço
    Lisa

    ResponderEliminar
  61. Belo...

    Palavras dos olhos brilhantes que as tuas mãos pintaram, infinito olhar...

    Beijinhos das nuvens

    ResponderEliminar
  62. Belo, límpido e terno olhar sobre a "fala e o olhar dos olhos".

    Um abraço e semana de olhos na poesia

    Marta Vasil

    ResponderEliminar
  63. São os olhos o caminho para a alma, é nos olhos que encontramos muitas verdades.
    Encantador seu espaço, belos poemas.
    Quando eu crescer, quero aprender escrever coisas tão lindas como as que encontrei aqui.
    Belíssima semana, poeta, muitas inspirações, alegrias e paz. E se puder, dê uma passadinha para conhecer nosso ninho e tbm a outra morada, cujo endereço aqui está:

    http://fasciniusangels2.zip.net/

    ResponderEliminar
  64. Lindo poema!

    Obrigado pela sua presença no meu espaço,volte sempre.

    beijooo.

    ResponderEliminar
  65. Querido primo!

    Adorei este poema! Não resisti vou postar lá no meu blog ok?
    De onde vem tanta inspiração meu caro?
    Queria adquirir um livro teu. Este já chegou ao Brasil?
    BJs.

    ResponderEliminar
  66. A beleza do olhar ...também me fascina...

    Uma grande Chama para ti...Abraço

    ResponderEliminar
  67. Caro amigo Vieira Calado;
    Depois de alguns afazeres e viagens "por aí" em trabalho, aqui estou de novo para saborear esta maravilhosa maneira de fazer poesia como amigo a sabe fazer.
    De certeza que enquanto eu consumo poesia com muito respeito, o amigo Vieira Calado, a trata por tu.
    Um grande abraço

    ResponderEliminar
  68. Vim aqui estragar este número tão belo de comments (69).
    Agora ficas com 70, toma lá disto:P

    É que com olhos fulminantes desses e um número assim de comentários... ninguém aguenta de emoção:P

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  69. Tenho que me redimir nunca ter deixado aqui nenhuma palavra, nem agradecer as que me tem deixado...

    ...quem me dera saber dizer assim!!

    E dizer o quê? Que gosto.

    Li o poema "uma casa de pedra..." no blog da Graça Pires e...plim!!

    Sorry, é o que peço.

    Beijo e abraço


    para compensar :)

    ResponderEliminar
  70. Caro Vieira Calado, agradece -me um link, não percebo a que se refere, não me lembro de o ter feito...
    cordialmente
    ___________ JRMarto

    ResponderEliminar
  71. Agradeço-lhe o comentário, senhor Calado! E aproveito para deixar um grande abraço e dizer-lhe que admiro-lhe muito a escrita também...
    Um ótimo ano de realizações!
    Até breve!

    Marcos

    ResponderEliminar
  72. Esses olhos deram te uma forte inspiração, de onde saiu este maravilhoso poema.

    otima semana Vieira !

    Beijos

    ResponderEliminar
  73. belíssima imagética.

    a cor tranquila
    na palnície dos olhos

    ___

    um beijo

    ResponderEliminar
  74. Caro V.C.,

    gostei mto do "poema da casa" q a Graça publicou. Vinha aqui à procura dele e encontro "este" que muito me agradou tb. Parabéns por tão profícua produção poética.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  75. ...Teus olhos... Só o título já é lindo!

    Gostei muito de ler o seu poema...Uma beleza, mesmo!

    Beijos de luz e o meu carinho...

    _________________________________

    ResponderEliminar
  76. Meu caro Vieira Calado
    Confesso que o comentário/recado que escreveu no meu blog me deixou totalm/ confusa:

    "Olá, Mariazita!
    Sabe, a verdade é que ao tenho cá o seu endereço, para mandar o livro.
    Quando puder, tenha essa gentileza."

    Não sei a que livro se refere. Não me lembro de lhe ter falado em nenhum.
    É certo que eu quis comprar o seu último livro de poemas, e não o encontrei (ainda). Mas não me recordo de lhe ter falado nisto.
    Ou falei?

    Quando puder, esclareça-me, por favor.

    Aproveito para lhe dizer que gostei muito deste seu poema (o que, aliás, é habitual...).
    No meu último post publiquei dois poemas também muito bons.

    Beijinhos
    Mariazita

    ResponderEliminar
  77. Os olhos dizem tanto! Despertam em nós coisas que nunca pensariamos sentir! Belo poema. Beijos.

    ResponderEliminar
  78. Boa noite!
    novamente eu estou no seu blogue, que lindo saber que escreve poesia eu ...adoro escrever também poesia,mas só que fica guarda um dia quem sabe! se não saí da gaveta muito bom mesmo parabéns por tudo
    uma noite feliz
    Sol...

    ResponderEliminar
  79. Os Olhos!
    Quanto nos podem transmitir...
    Sempre um mundo a descobrir:)


    Abraço com amizade,

    ResponderEliminar
  80. Bela tese-poema onde comprova-se que os olhos são muito mais que captores de imagens, de cores, luzes e sombras.
    Um abraço!

    ResponderEliminar
  81. " Vem e exaure a tua alma,
    Sem cor, sabor e essência,
    No sal do suor das minhas vivências.

    Deixa que o Tudo nos vincule
    Às Negras Águas
    Que nos sussurra os fados que aí vêm. "

    :)

    ResponderEliminar
  82. lembrei me duma fénix ´

    a romper a

    névoa...





    ~

    ResponderEliminar
  83. 'Os teus olhos' são os mais poéticos com que me deparei no caminho.
    beijo no coração

    ResponderEliminar
  84. Àquele entardecer
    que sem eu contar
    pintou no teu sorriso
    mil poentes de ternura
    para eu olhar
    e acendeu
    no castanho dourado dos teus olhos
    mil pontos de luz e ouro
    (estrelas)
    só por cinco minutos
    para eu ver,
    eu quero agradecer
    só por me dizer
    como a vida pode ser
    (eterna)
    só em cinco minutos
    ao entardecer...

    Lindíssimo o seu poema
    Gostei de vir ao seu blog
    Um beijo

    ResponderEliminar
  85. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  86. Faça como entender...
    Apenas dei a minha opinião... Mas se quiser, pode apagar!

    ResponderEliminar
  87. Nos "teus" olhos posso
    ter esperança...
    Posso confiar os meus segredos,
    Eles dizem a verdade.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  88. Olhos ternos, serenos, silenciosos, lindos!! Tudo de bom.

    Abçs
    Adriana


    Perdoe-me a ousadia, publiquei um pouco de sua poesia em meu blog.

    ResponderEliminar
  89. oudRdddsdolrcfxq [url=http://tiny.cc/gapcoupons]gap coupon code
    [/url] eSxhsaaigifee

    ResponderEliminar
  90. xorvzfqs [url=http://vuittonpascher.webnode.fr/#6779]vuitton pas cherr[/url] cfweubjl sac louis vuittonm iaxpwrzk http://vuittonpascher.webnode.fr/

    ResponderEliminar
  91. jirqvurm [url=http://abercromfitchmagasin.webnode.fr/#3668]abercrombie parisx[/url] uhjrowlp abercrombieh snsnrukw http://abercromfitchmagasin.webnode.fr/

    ResponderEliminar
  92. vvevhfao hhgtftcbth belstaff jackets uk gfswblb http://bestaffjacketssalesonline.webeden.co.uk/#1112 btzpnkha zrkammmlkk barbour outlet zoxuaes http://babourjacketsxoutletstores.webeden.co.uk/#1170

    ResponderEliminar